Partes Interessadas – Stakeholders

Conceito: Indicar órgãos, entidades, grupos ou até pessoas específicas que serão impactados pelo projeto de alguma forma. Este levantamento serve de base para que na fase de planejamento a equipe do projeto possa avaliar a melhor forma de interagir com cada Stakeholder, desde o Secretário/Presidente do órgão, como empresas contratadas, comunidade da área afetada, órgãos de comunicação do governo, servidores, prefeituras, cooperativas, turistas, órgãos de regulamentação/aprovação, etc. Devem ser consideradas todos agentes (pessoas/empresas/organizações) que possam influenciar ou ser inlfuenciados, negativamente ou positivamente, pelas ações do projeto.
O registro destas informações é fundamental para minizar possíveis riscos ou potencializar oportunidades, inclusive para outros projetos do próprio órgão ou do Estado. A partir desta base de dados o governo pode agir de forma integrada com estes Stakeholders para melhoria dos projetos.

Regra: 1) Cada projeto deve ter 01 stakeholder com papel de “Homologador“, que deve ser o Secretário/Presidente ou alguém formalmente indicado por ele. 2) Membros da equipe que ainda não possuem cadastro no SICOP/GPP podem ser incluídos com o papel de “Equipe”, porém devem providenciar o acesso, de modo a ser transferidos para o Campo “Equipe”; 3) Todos os órgãos, entidades ou grupos citados nos outros campos do projeto devem ser considerados stakeholders.

Erro comum: 1) Citar apenas o Homologador; 2) Gestor da setorial ser o Homologador; 3) Deixar de citar órgãos, entidades ou grupos que foram citados na descrição do projeto.

Deixe uma resposta